Pra onde vamos?

Talvez nem tão longe.

de uma certa forma tudo esta mais distante ,o amor é possessivo e condicional,

mais frio e oco.

não sei pra onde vamos e com quem vamos e se vale a pena ir.

somos cade vez mais como formigas sem antenas levando uma pesada folha pra comer depois e repartir entre vespas.

o solidão esta mais vazia do que de costume, e apesar de formiga, as coisa poderiam ser mais que uma folha a carregar ou talvez o errado seja eu que não olhou direto pra folha,nem sei se ela esta seca se tem fruto ou se já estava morta.

há tempos que carrego folhas,tantas e pra onde?pra que?

quem sabe no final não haja mais folhas amontoadas e secas sobre o ninho de vespas que venho alimentando de folhas verdes esse tempo, não seria possível ser uma das vespas ou voltar a ter antenas.

talvez também tudo seja tratado como baratas,sem antenas, sem folhas, talvez por isso que esmagamos baratas ,elas se parecem com nós,se reproduzindo em esgotos, tentando na próxima lata de lixo enxergar folhas verdes, onde só há mais formigas.

 

Anúncios

O que somos?

Somos pensamentos e lembranças nas cabeças de pessoas vivas,tudo que você já foi vai desaparecer quando a ultima pessoa que lhe conheceu, morrer.

o menor instante de tempo cósmico que você existiu será apagado e as máscaras diárias vão ruir ,seus livros amados na estante ,acabarão nas mãos de estranhos ,seus bilhetes de geladeiras perderam a cola e cairão,seu super celular ficará sem recarregar de noite,suas fotos desbotadas,numa gaveta permanecerão ali,por muito tempo.

suas roupas  não serão passadas ,seu carro não será lavado,e talvez a luz tenha ficado acesa,paciência…

em um momento as lágrimas cairão bem forte,depois ficarão mas ralas,o nó da garganta ,não incomoda mais, os porta retratos serão e baixados e em seguida ficarão numa caixa de papelão do mercado.

sem amigos ,mas não os tinha mesmo quando vivo,se perderão, e como antes de você,depois, o mundo ainda vai girar.